quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

sensação

Quando a alma chora
Parece que aflora
E faz a mente anestesiar

Pensar, refletir
Faz o corpo reagir;
Os olhos molhar, com
Lágrimas do sentir

E a boca secar
Com a angustia de
Um espírito abatido,
Desiludido

Com as circunstâncias
Inconstantes de
Um mundo que só se
Encontrará em Deus.

A alma chora, o corpo reflete
E o meu espírito, ainda abatido
Clama

Pois sabe que só se
Encontrará, em Deus,
Um único Deus,
Trino ,como eu.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

lágrimas


Estou tentando escrever

Em meio a dor
Em meio a confusão

Estou tentando reciclar,
Transformar
A sensação de angústia
Em inspiração.

Tentando traduzir
Em palavras, oque sinto
Mas nada aparece
Nas linhas
De minha mente confusa.

E dentre as linhas
Do papel
Tentando fugir da tristeza
Que me corrói.

Tentando descansar,me  derramando
Nas palavras
Tentando me derramar,me Quebrantando
Através das letras.

Estava tentando fugir.
Mas não vou mais tentar.
As linhas estão acabando
E a inspiração também.

O espaço no caderno é Pequeno
Pra ficar tentando me Esconder

E o meu coração está Apertado demais
Para que eu possa correr.

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Blue

O amor é um mar
Infinito em sua profundidade...

Submergem os submarinos da alma
Mergulham sem garantias de volta
Sabendo que o oxigênio
Lhes será concedido
De acordo com a retribuição do ser amado

Quem ama. Mergulha.
Sem garantias
Com profundidade
Infinita.

Não sabendo se o seu ar
Tão precioso
Lhe faltará

Mesmo assim, mergulha.
Se entrega
Afunda...

No blue do amor.
O amor é um mar.