quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Enlace

A relíquia que vejo em ti
Me levou a desejar
Os tesouros que habitam
Sua alma

Procurei a entrada...
Em teus beijos
Nas carícias
Nos abraços

Mas olhando
Em teus olhos,percebi
Que a chave está comigo

Abrirei a porta e mesclarei
A sua alma em minha alma
Quando me tornar
Uma só carne contigo